segunda-feira, 15 de setembro de 2008


Olá pessoal, meu fim de semana foi ótimo descansei bastante, assisti filmes e no sábado passei um pouco dos limites da minha dieta, mas também nada muito exgerado e também não vou ficar encanada com isso, vou continuar fazendo minha dieta normalmente.
Uma coisa que tem me deixado intrigada é o inchaço nas pernas começo o dia bem mas no final da tarde minhas pernas estão uma loucura, inchadas e pesadas. Sinto dores e peso nas pernas, isso tem me deixado preocupada e hj trouxe um texto que fala exatamente disso, para nos alertar e informar sobre o assunto que está tão presente em nossas vidas.
Bjs

Abaixo o inchaço nas pernas
Existem várias maneiras de amenizar o desconforto: diminuir o uso de salto alto, praticar exercícios e, até mesmo, ficar de pernas para o ar. Confira como estas e outras atividades podem fazer parte do seu dia

As altas temperaturas do verão são um tormento para as pernas - o calor dilata os vasos sangüíneos, dificultando a circulação de retorno sangüíneo para o coração. Esta dificuldade circulatória, por sua vez, faz com que os líquidos dos vasos sangüíneos "transbordem". Resultado: as pernas incham, há sensação de peso, cansaço e dores. A situação é pior para quem está acima do peso. Segundo o cirurgião vascular Newton de Barros Jr, professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo, o aumento da gordura intra-abdominal causa um aumento de pressão venal que se reflete nas veias dos membros inferiores. "Isso leva à formação das famosas varizes, que trazem, justamente, sintomas desagradáveis como dores e edemas", explica o médico.

Além do calor e da obesidade, outros fatores como predisposição genética, sedentarismo, uso de pílula anticoncepcional e reposição hormonal, atividades profissionais em que é necessário ficar muito tempo em pé ou sentada e até uso de salto alto podem agravar ainda mais as manifestações. Aos primeiros sinais de desconforto, o ideal é consultar um médico angiologista ou cirurgião vascular para detectar e tratar possíveis varizes. Há também várias maneiras de prevenir e suavizar esse desconforto. Veja o que os especialistas indicam:

Use o salto correto - Segundo o angiologista José Ricardo Brizzi Chiani, do Hospital Badim, no Rio de Janeiro, o salto exagerado, acima de 7 cm, ou muito baixo, tipo sandália rasteirinha, faz com que a pessoa se locomova sem contrair o músculo da panturrilha (batata da perna). "Este músculo funciona como uma bomba que ajuda o sangue a retornar ao coração. Se ele não contrai, a circulação local piora e surgem as dores, a sensação de peso e os inchaços", adverte. O ideal são os saltos médios de 3 a 4 cm. E quando usar salto alto, evite ficar longos períodos com o calçado.

Movimente-se - Caso seja preciso ficar muito tempo em pé ou sentada, dê um jeito de se movimentar. Qualquer atividade ajuda, desde ir beber água, ir ao banheiro até fazer pequenas caminhadas a cada duas horas. Caso o médico detecte que os sintomas são decorrentes de varizes, ele pode indicar o uso de meias de compressão. E nada de ficar sedentária: hidroginástica é ótimo para afastar o cansaço das pernas.

Eleve as pernas - Segundo o angiologista Newton de Barros Jr. o truque funciona. "Elevar as pernas, sempre que possível, de maneira que os pés fiquem mais altos do que a região inguinal (das virilhas) ajuda no retorno venoso do sangue e dá alívio às sensações". Faça por pelo menos 15 minutos. Para as portadoras de varizes, o angiologista José Chiani sugere a colocação de um calço de 15 a 20 cm nos pés da cama, onde ficam as pernas. E alerta: jamais forme um ângulo reto da coxa com as pernas ao levantá-las. Isso pode acarretar problemas na coluna.


Os movimentos da drenagem linfática auxiliam tanto em casos de má circulação sangüínea como também melhoram o aspecto da celulite
Faça drenagem linfática - Os médicos são fãs. "A drenagem ajuda em vários aspectos, mas o principal é fazer com que os líquidos extravasados devido a má circulação retornem para os vasos diminuindo o inchaço", diz o angiologista José Chiani. Outra grande vantagem é melhorar o aspecto da celulite, principalmente nas obesas e nas que sofrem com inchaços decorrentes da tensão prémenstrual. A endocrinologista especializada em medicina estética Priscila Zancanel, da Thyfere, indica a massagem uma a duas vezes por semana.
Sandra Hirata

2 comentários:

Duda Lemos disse...

Olá lindinha tudo bem?

Obrigada pela visita e lembre-se sempre que pode contar comigo ok.

bjim

Em busca da auto estima perdida disse...

OLa , td bem ? Obrigada pela visita , tb ando com um inchaço nas pernas tremendo (especialmente nos pés) Claro que sei q um dos grandes motivos é sobre peso .. e a chegada da primaver !!!!
Obrigada pelas dicas
Mtos beijos
Gra